menu
Fórum Adianti
menu Menu
Os 7 erros mais comuns ao utilizar o Adianti Framework Neste artigo procuro elencar alguns dos principais erros cometidos por quem está iniciando com o Adianti Framework. 1) Esquecer de executar o construtor da classe-pai Este erro ocorre quando você criou uma nova classe controladora de páginas, e em seu método construtor esqueceu de chamar o construtor da classe-pai (parent::__construct()). Como consequência deste esquecime...
PD
Os 7 erros mais comuns ao utilizar o Adianti Framework  
Fechado
Neste artigo procuro elencar alguns dos principais erros cometidos por quem está iniciando com o Adianti Framework.

1) Esquecer de executar o construtor da classe-pai
Este erro ocorre quando você criou uma nova classe controladora de páginas, e em seu método construtor esqueceu de chamar o construtor da classe-pai (parent::__construct()).

Como consequência deste esquecimento, você verá na web os símbolos (<>) antes da apresentação da página. Já no Gtk, a aplicação terminará com o erro (Internal object missing in FormCustomView wrapper). Sempre lembre de executar o construtor da classe-pai, como no exemplo a seguir.

  1. <?php
  2. class FormCustomView extends TPage
  3. {
  4.   function __construct()
  5.   {
  6.     parent::__construct(); // importante !
  7.   }
  8. }
  9. ?>



2) Esquecer do setFields()

Muitos erros de utilização de formulários no Adianti Framework recaem sobre o método setFields(). Os desenvolvedores constróem o formulário, colocam os campos dentro dele (por tabela ou painel), bem como os botões de ação. Em seguida clicam no botão de ação e os dados não são enviados.

O método setFields() serve justamente para dizer para a classe TForm quais elementos ela deve gerenciar. Se você esquecer de executar este método, ela não irá gerenciar nenhum elemento, e a postagem não ocorrerá. Até mesmo os botões de ação devem ser passados para o setFields(), pois o botão também é um elemento que faz parte da lógica de execução do formulário.

  1. <?php
  2.   $this->form = new TForm;
  3.   // add a row for one field
  4.   $row=$table->addRow();
  5.   $row->addCell(new TLabel('Field 1:'));
  6.   $cell $row->addCell$field1 );
  7.    
  8.   // creates the action button
  9.   $button1=new TButton('action1');
  10.   $button1->setAction(new TAction(array($this'onSave')), 'Save');
  11.   $button1->setImage('ico_save.png');
  12.     
  13.   // define wich are the form fields
  14.   $this->form->setFields(array($field1$field2, ..., $button1));
  15. ?>


3) Esquecer de executar o createModel ou executar no momento errado

Outro erro muito comum é esquecer de executar o método createModel() após adicionar as colunas e ações de uma datagrid. Este método cria a datagrid em memória e é necessário ser executado antes de adicionarmos itens na datagrid e antes de a mesma ser exibida em tela. Caso você se esquecer de executar este método, a datagrid não será exibida. A datagrid não funcionará também se você executar este método antes de adicionar as colunas e ações na datagrid. A partir da versão 1.0.2, exceções são lançadas caso você execute o createModel() na ordem errada ou esqueça de executá-lo. A seguir, a correta ordem de execução:


  1. <?php
  2.   $this->datagrid = new TDataGrid;
  3.   // add the columns to the datagrid
  4.   $this->datagrid->addColumn($code);
  5.   $this->datagrid->addColumn($name);
  6.     
  7.   // creates two datagrid actions
  8.   $action1 = new TDataGridAction(array($this'onView'));
  9.   $action1->setLabel('View');
  10.   $action1->setImage('ico_find.png');
  11.   $action1->setField('name');
  12.     
  13.   // add the actions to the datagrid
  14.   $this->datagrid->addAction($action1);
  15.   $this->datagrid->addAction($action2);
  16.     
  17.   // creates the datagrid model
  18.   $this->datagrid->createModel();
  19. ?>



4) Adicionar dois campos com o mesmo nome do formulário

Jamais crie dois campos com o mesmo name em um formulário. O parâmetro recebido no método construtor dos campos repesenta seu nome, e identifica unicamente o objeto que está sendo manipulado pela classe TForm. Caso você crie dois campos com o mesmo name, apenas um deles será postado. Muitas pessoas acreditam que é o nome da variável que distingue um campo de outro, mas é seu nome (parâmetro do construtor). A partir da versão 1.0.2, uma exceção é lançada caso você acrescente dois campos com o mesmo nome no form. Confira a seguir um exemplo deste erro.

  1. <?php
  2.   $field1 = new TEntry('field1');
  3.   $field2 = new TEntry('field1');
  4. ?>


5) Não alterar o APPLICATION_NAME nos dois arquivos necessários

A constante APPLICATION_NAME identifica o nome da aplicação em execução. Mas para que ela serve? As sessões são armazenadas levando em consideração esta constante para isolar as sessões entre uma e outra aplicação. Ela está definida em dois arquivos: engine.php e index.web.php. O problema é que muitas pessoas alteram ela em um arquivo e esquecem de alterar no outro. Qual o problema que isso acarreta? Tudo que envolve sessões fica comprometido e o primeiro ponto em que isso é perceptível é na tela de login, que deixa de funcionar. Portanto, se você for alterar esta constante, lembre de alterar nos dois arquivos.

  1. <?php
  2. define('APPLICATION_NAME''framework');
  3. ?>


6) Erros de acentuação

Em algumas vezes a aplicação não apresenta os caracteres acentuados da maneira correta, o que fazer? Todo o framework foi projetado para funcionar em UTF8. Assim, os arquivos devem estar neste encoding no momento de salvá-los em disco. Além disso, a base de dados deve também estar nessa codificação. Caso a base de dados esteja em ISO-8859-1, teremos caracteres sendo apresentados de maneira errada. Portanto, lembre-se que tudo deve estar em UTF8.

Obs: Se você usa Mysql, favor ler este post: www.adianti.com.br/forum/pt/view_572?acentos-utf-8

7) Tradução não realizada (Message not found:...)

Em algumas situações, a string (Message not found:...) é apresentada em tela, mas o que ela significa? Significa que você está usando as funcionalidades de tradução do framework, mas não cadastrou os termos no dicionário de traduções, mas como?

Sempre que você utilizar a função _t(), como em: _t('Label'), o framework vai buscar no dicionário de traduções pelo termo traduzido, conforme o idioma definido pelo método TApplicationTranslator::setLanguage() no engine.php. Estes termos traduzidos ficam localizados no arquivo app/lib/util/TApplicationTranslator.class.php e devem ser cadastrados por você na forma de vetor:

  1. <?php
  2. class TApplicationTranslator
  3. {
  4.   // ...
  5.   private function __construct()
  6.   {
  7.     $this->messages['en'][] = 'File not found';
  8.     $this->messages['en'][] = 'Search';
  9.     $this->messages['en'][] = 'Register';
  10.        
  11.     $this->messages['pt'][] = 'Arquivo não encontrado';
  12.     $this->messages['pt'][] = 'Buscar';
  13.     $this->messages['pt'][] = 'Cadastrar';
  14.   }
  15. }
  16. ?>



Por fim, alguns se questionarão: Será que alguns destes erros não poderiam ser evitados? Certamente que sim. A próxima versão do framework (1.0.2), que está em desenvolvimento terá um maior número de críticas a serem realizadas sobre o código do desenvolvedor. Tudo para que ele saiba com maior precisão e velocidade onde está o erro.

um abraço!

Curso completo Meu Negócio Pronto
Use para si, ou transforme em um negócio: Inclui aulas e códigos-fontes
Gestor de conteúdo (SITE) + Loja Virtual (E-Commerce) + Emissor de Notas para infoprodutos


Meu negócio pronto Quero me inscrever agora!

Comentários (1)


JM

Elencar estas dicas foi uma ótima sacada Pablo. Parabéns pelo seu grande trabalho.